Antes do avanço na tecnologia dos maquinários, os equipamentos tinham sistemas mais antiquados, demorados e menos econômicos. Com a necessidade do aumento da produtividade, toda indústria passou a precisar de máquinas muito mais confiáveis, velozes e com maior capacidade de funcionamento. Os sistemas hidráulicos surgiram para a melhor realização de vários processos em diversos setores do mercado. 

O que é sistema hidráulico?

Um sistema hidráulico tem esse nome porque o termo “hidro” está ligado à raiz grega para “água”. Esse tipo de sistema utiliza componentes hidráulicos para produzir um trabalho. O conjunto de equipamentos pode ser variado, como reservatório, bombas, motores, tubulações e outros. A ideia geral, de forma resumida, é transformar os movimentos hidráulicos em força para movimentos mecânicos. A possibilidade de desgaste das peças exige cuidados contínuos que precisamos tomar para não parar a produtividade da indústria e sofrer prejuízos. 

A importância dos cuidados com o sistema hidráulicos das máquinas 

Manutenções preventivas e cuidados com o sistema hidráulico das máquinas tem muita importância para o funcionamento da sua indústria. As verificações trazem aumento no rendimento e na vida útil dos sistemas hidráulicos, além de prevenir muitas dores de cabeça, como interrupções no dia a dia do trabalho na indústria por quebras, perdas, paradas ou falhas inesperadas. Essas possibilidades podem custar caro para o seu empreendimento e inclusive causam a perda de clientes e muito estresse. 

Conheça os sete principais cuidados com máquinas hidráulicas

Agora que já falamos sobre a importância dos cuidados e verificações no sistema hidráulico dos maquinários, confira abaixo algumas dicas:

Implementar cuidados com o Fluido Hidráulico 

O fluido hidráulico é uma parte essencial no sistema hidráulico, pois transmite energia, veda folgas de peças contra vazamentos, previne desgastes e calor excessivo, entre outras funções. Óleos minerais e outros fluidos usados nos sistemas hidráulicos determinam grande parte do funcionamento dos processos. Lembre-se de não misturar óleos, fornecer reabastecimento com fluidos novos e manter a observação constante dos níveis de fluidos.

Verificar a presença de vazamentos

Então, uma parte importante desses cuidados também está em verificar se há possíveis vazamentos de óleos, que são um risco inclusive para a segurança de todos. Essa verificação precisa ser diária, pois as perdas causam mau funcionamento e até a parada total. 

Manter os sistemas e fluidos limpos

Os fluidos hidráulicos precisam estar limpos. Para isso, é necessário que o armazenamento seja feito em área protegida e limpa. Até mesmo na hora de adicionar o fluido hidráulico, a tampa de enchimento do óleo precisa estar higienizada. O óleo também precisa ser filtrado e adicionado ao reservatório através de um filtro de 5 mícrons. 

Filtros de vazão mantém os fluidos limpos enquanto funcionam. Mas lembre-se: eles também precisam ser inspecionados para que operem de maneira certa. Caso a filtragem não seja boa, pode encarecer inclusive os custos de uma manutenção. Os sistemas novos também podem estar sujos, então é importante prevenir que águas ou até metal acabem no reservatório. Limpe tudo antes do uso.

Analisar periodicamente o óleo

É importante destacar que essa análise depende de qual óleo e de qual máquina. Para algumas máquinas mais críticas, a análise pode ser necessária a cada três meses. Independente disso, o óleo hidráulico precisa ser trocado no mínimo anualmente, sendo importante observar a sua qualidade. Com análises corretas, você previne problemas e até aumenta a vida útil dos óleos. 

Estabelecer bom controle da temperatura

Temperaturas altas podem oxidar o óleo, impedir a lubrificação das máquinas, formar verniz nos sistemas, evaporar a água e outros problemas. Temperaturas baixas podem condensar o seu reservatório e outros obstáculos. O interessante é manter a temperatura ideal. Cuide do resfriador de óleo, limpe o reservatório e a área ao redor, e sempre encha na medida indicada.

Verificar medidores de pressão

É necessário instalar termômetros que possam ajudar a equipe a manter a faixa de temperatura normal. Normalmente, está entre 38 a 66 °C, mas os sistemas podem ter diferenças. 

Vedar folgas entre peças em movimento

Folgas entre peças podem causar vazamentos e contaminação de fluidos. É necessário inspecionar como estão as condições das peças, além de verificar, por exemplo, se poeiras ou outras partículas não entraram nos cilindros. 

Muitas informações complexas existem no processo dos cuidados com as máquinas hidráulicas, mas essa manutenção preventiva, a necessidade de compra de peças adequadas e as inspeções constantes precisam ser realizadas. 

Além de serem uma questão de segurança, esses procedimentos evitam falhas que podem causar muito prejuízo à indústria. As peças usadas na manutenção devem ser de alta qualidade para garantir que o controle adequado esteja acontecendo e os equipamentos funcionem com a melhor produtividade. O material de qualidade evita acidentes e imprevistos que provocam perda de clientes. De fato, os cuidados com os sistemas hidráulicos são um desafio para a gestão industrial. É ideal ter profissionais qualificados para realizar esse trabalho, evitar imprevistos e manter o padrão do equipamento. 

A Macro Metal é especializada na fabricação de peças personalizadas e pensadas singularmente para o cliente contratante. Também temos profissionais experientes e qualificados para a realização da manutenção preventiva. A nossa equipe de alto desenvolvimento é especializada no maquinário do segmento industrial. Fale conosco!