Como gestor é muito importante conhecer os principais tipos de estoque e saber definir qual é o melhor para a sua indústria, além de entender como melhorar o fluxo e otimizar os seus resultados. Então vamos partir logo para as dicas e definições dos tipos de estoque na indústria!

O estoque está nas empresas de variados segmentos

O estoque é o material (matéria-prima ou produto) que está armazenado na sua empresa. No geral, os tipos de estoque na indústria são quatro. Conhecendo eles, é possível identificar mais facilmente qual é o melhor para ser adotado na situação de cada negócio. O estoque vai influenciar diretamente em todo o fluxo da sua indústria! 

A boa gestão de um estoque é essencial, pois jamais podemos nos deparar com a falta de uma matéria-prima quando temos várias encomendas de clientes. Conferir o prazo de validade, se há itens em excesso… Enfim, a saída, entrada e boa manutenção dos produtos vai depender do seu estoque, ou seja, a qualidade dele é essencial para a satisfação dos seus clientes. Se quiser saber mais sobre como otimizar a gestão do seu estoque, confira o nosso artigo.

Os quatro tipos de estoque

  • Estoque sazonal ou de antecipação

É quando a sua indústria resolve se preparar para uma grande demanda que está por vir. Assim, a sua capacidade de produção estará sempre estável. Pode ser antes de datas comemorativas, como o Natal ou o Carnaval, ou antes de épocas que você já possui experiência prática sobre a alta na receita. 

Na prática, é um estoque temporário para atender a todas as demandas “incomuns” do resto do ano, mas precisa ser gerido com a mesma eficiência. Se quiser saber algumas ferramentas essenciais para a gestão geral da sua indústria, confira o nosso artigo. 

  • Estoque de trânsito, canal ou de fluxo 

Essencial para a maior parte das indústrias, é o estoque que fica com o material que transita entre fornecedores, distribuidores, clientes e a própria fábrica. Com ele, o seu sistema não para, e os custos de trânsito podem ser diminuídos. É essencial para tempos de incerteza ou para o empreendedor que quer reduzir custos indevidos, como quebras de material no meio do caminho, cancelamento de compras e etc. 

  • Estoque de ciclo

O estoque de ciclo é muito interessante para empresas de economia de escala, ou seja, que precisam armazenar produtos/matérias-primas pois se baseiam em fornecimento e produção de grande rotatividade. Ou seja, em maioria se trata de um estoque para abastecimento interno e para que a sua produtividade não pare.  

É essencial, em uma redução de custos, fazer um bom planejamento de processos de produção e manter a validade dos seus produtos para que não falte nada na hora H e a empresa não perca um dia de produção por má gestão do estoque. 

É utilizado em indústrias com muita frequência, pois peças e outros materiais precisam ser comprados em grandes quantidades e armazenados para fluxos que estão ocorrendo o tempo todo. 

  • Estoque de proteção ou de segurança

O estoque de segurança é mais comum no caso de incerteza de fornecimento. Se o trajeto do meu fornecedor até mim é incerto, eu ponho um estoque que me manterá sempre bem abastecido.

O estoque de proteção é para proteger as suas operações em caso de incertezas gerais, ou seja, impede que uma alta demanda repentina te pegue desprevenido, por exemplo. Na prática, ambos são bem parecidos e podem ser considerados a mesma coisa, mas precisam ser geridos estrategicamente: analise qual produto pode ser mais demandado do que outro, qual pode ser mais difícil de comprar e armazenar, quais fornecedores são mais incertos, etc.

Agora que você já sabe quais são os tipos de estoque, pense em qual é melhor para a sua empresa e como melhorar todo esse fluxo de armazenamento. Para reposição de estoque ou demandas específicas de peças para máquinas industriais, conte com a Macro Metal! Estamos aqui para fornecer agilidade e precisão nos melhores produtos industriais e ajudar a manter a sua produtividade sempre em alta.