Talvez você já tenha ouvido falar sobre metodologias ágeis na gestão da indústria, mas nunca tenha se aprofundado no assunto. A modernização da indústria não é apenas a compra de novos equipamentos, mas a construção de uma estratégia e metodologia que permita processos mais ágeis e o aumento da produtividade. Com o mundo tecnológico e competitivo, adotar a Metodologia Ágil é uma necessidade para qualquer indústria.

O que é a Metodologia Ágil?

O ritmo do desenvolvimento dos processos a partir da alta tecnologia aumentou a competitividade do mercado. A Metodologia Ágil foi desenvolvida para que as indústrias consigam acompanhar esse ritmo. 

O Manifesto Ágil foi criado em 2001 por uma equipe de 17 profissionais que quiseram reunir as visões e ideais sobre os processos de desenvolvimento de software. O manifesto reúne quatro valores e doze princípios. Se quiser saber os princípios do Manifesto Ágil, pode conferir aqui

Na prática, a Metodologia Ágil é um conjunto de orientações para que a sua indústria consiga cumprir os processos com mais eficiência, assertividade e rapidez e o Manifesto Ágil consegue sintetizar bem as ideias da metodologia. Alguns dos princípios, em resumo, são:

  • A satisfação do cliente em primeiro lugar;
  • Uma equipe motivada, auto organizável, colaborativa e com boa comunicação entre si;
  • Reuniões em prol de melhorias contínuas, bom ambiente de trabalho e suporte para a equipe;
  • Soluções simples, que por prioridade podem ser aplicadas a curto prazo;
  • Mudanças são bem-vindas, pois geram vantagem competitiva;
  • O desenvolvimento deve ser sustentável;
  • A excelência técnica aumenta a agilidade.

Como aplicar os métodos ágeis?

Além de se planejar para seguir os princípios do manifesto, é necessário lembrar que um processo que tenha como orientação a Metodologia Ágil precisa ser flexível, pois a possibilidade de mudanças é grande no mercado que está tão acelerado. A estratégia deve focar na alta produtividade por meio de fluxos curtos e simples. Conheça alguns desses métodos e suas estratégias:

Alguns dos principais métodos ágeis:

  • Scrum

Provavelmente o método ágil mais usado atualmente, foi originalmente feito para desenvolvimento de sistemas, mas pode ser aplicado a qualquer equipe e ramo de empresa. É um modelo de trabalho ágil e flexível que permite que os seus produtos e serviços se desenvolvam progressivamente. Nesse método, as equipes são auto organizáveis, as hierarquias são menos restritas e o trabalho é feito em comunicação permanente entre funcionários. A colaboração com o cliente é essencial. 

O Scrum se baseia nas reuniões Sprints (reuniões diárias com equipes em um período determinado para um projeto específico) para planejamento, revisão e retrospectiva. Ele divide os papéis em: Product Owner (elo entre cliente e equipe), Scrum Master (auxilia os processos, facilita a comunicação entre equipes e gerencia prazos) e Time de Desenvolvimento. 

Por ordem, o Scrum começa com a listagem do Backlog do Produto, ou seja, tudo o que o cliente quer no produto a ser desenvolvido – cada uma dessas características é passada para o time responsável, preparando o terreno para a primeira reunião de planejamento. Ao fim de cada reunião, é feita uma revisão para alinhar o que foi entregue e planejar o próximo encontro da equipe. 

  • Lean

Essa ferramenta reduz os custos desnecessários, elimina desperdícios e é muito usada para validar produtos em desenvolvimento. Deve ser aplicada em conjunto com outras ferramentas. Preza pelo engajamento da equipe, otimização e velocidade.

O método segue três passos: construir, medir e aprender. Para aplicar a metodologia, você precisa conhecer bem o seu modelo de negócio, mapeando seus processos e testando a satisfação dos seus clientes com o produto ou serviço que foi construído. O método te ajuda a verificar o custo da baixa qualidade. Se quiser saber o que utilizar na hora de colocar o Lean em prática, confira o nosso artigo sobre ferramentas de gestão de indústria.

  • SMART

A ferramenta SMART é muito útil para um processo de indústria que precisa construir metas bem definidas e mais eficientes. Confira os passos para definir o objetivo do seu projeto:

S (Specific) – As metas devem ser específicas.

M (Measurable) – As metas devem ser mensuráveis de forma exata. 

A (Attainable) – As metas precisam ser atingíveis, ou seja, não defina objetivos utópicos, pois desmotivam a equipe e desperdiçam recursos. 

R (Relevant) – As metas precisam ser relevantes, ou seja, essenciais para que a indústria tenha boa produtividade. 

T (Time-related) – Os prazos precisam ser realistas e bem definidos. 

  • Kanban

O Kanban preza que as equipes tenham uma visibilidade completa das tarefas. É ideal para a indústria que trabalha com checklists: 

  • Tarefas a serem feitas
  • O que está sendo feito
  • As tarefas que já estão finalizadas

Os cartões em que estão delimitados essas tarefas podem ser mostrados em formato digital ou físico, o importante é que funcionem para engajar a equipe e permitir um maior controle do processo e maior eficiência nos resultados. Assim, há redução de custos indevidos por erros cometidos e otimização de processos.

Gostou dos ideais e métodos para implementar na sua empresa? Aproveite e saiba como melhorar os processos do seu chão de fábrica! A Macro Metal é especializada em manutenção, fabricação e venda de equipamentos industriais com tecnologia de ponta e precisão milimétrica. Fale com a nossa equipe e saiba mais sobre as soluções inovadoras que temos para a sua indústria!